Conecte-se conosco

Notícias

Globo enfrenta crise de audiência com “Pipoca da Ivete

Publicado

em

Globo enfrenta crise de audiência com "Pipoca da Ivete"(Foto: Arte)
Globo enfrenta crise de audiência com "Pipoca da Ivete"(Foto: Arte)

Com baixa audiência, “Pipoca da Ivete” não tira o melhor de Ivete Sangalo e vira mais um programa esquecível da grade da TV Globo

O que está acontecendo com o “Pipoca da Ivete”?

Gostaríamos de começar esse texto já dizendo que Ivete Sangalo é uma das poucas artistas que consegue se manter bem nos palcos, seja cantando ou apresentando. Mas, como todos aqueles que ocupam um lugar de destaque na indústria do entretenimento, uma carreira é construída de altos e baixos.

A jornada meteórica de Ivete Sangalo até o posto de maior cantora de axé do Brasil começou ainda em 1993, quando muitos de vocês que agora leem esse texto sequer eram nascidos. Vinda de origem humilde, a cantora baiana começou, aos 21 anos, sua dominação entre o público brasileiro.

Frente à Banda Eva até 1999, Ivete Sangalo emplacou inúmeros sucessos e passou a provar, ano após ano, que era muito mais que apenas uma cantora de carnaval, embora fizesse ainda mais barulho nesta época tão amada do ano.

À medida que mais despontava rumo ao estrelato em todo o Brasil, novas oportunidades passaram a surgir. Milhões de discos vendidos, vários Grammys Latinos conquistados, sucessos no topo das paradas e muito mais para se orgulhar.

Foi aí que perceberam que aquela cantora alto astral, cômica e autêntica tinha muito mais talento do que poderia mostrar em shows sazonais pelo Nordeste, onde se concentrava a maior parte do seu público.

E se… por um acaso… ela também se dedicasse à TV?

Início e carreira de Ivete Sangalo nos programas de TV

Ivete Sangalo apresentou o "Planeta Xuxa" (Foto: Reprodução/Internet)

Ivete Sangalo apresentou o “Planeta Xuxa” (Foto: Reprodução/Internet)

A primeira oportunidade de Ivete Sangalo de conquistar um lugar para chamar de seu na TV brasileira surgiu ainda em 1998, quando cantava na Banda Eva. Na ocasião, durante a licença maternidade de Xuxa – grávida de Sasha – a baiana mostrou o que uma mulher arretada pode fazer com um microfone na mão e um improviso.

Sob o comando do programa “Planeta Xuxa” uma única vez, Ivete Sangalo deu o que falar e virou assunto entre jornais e revistas da época, especialmente os que comentavam com afinco sobre TV. E a performance da cantora foi digna de elogios de todos os lados.

Essa era, portanto, a primeira experiência da artista frente a um programa de auditório, ao vivo, no improviso. Duas coisas que ela domina e sabe fazer muito bem – reflexo dos palcos, eu sei, mas mérito todo dela.

Depois daí, vieram participações nos maiores e mais diversos programas televisivos. A carreira de Ivete Sangalo, em concordância com o sucesso abrasivo em cima dos palcos, passou a deslanchar também na TV, protagonizando dezenas de atrações, como novelas, seriados e programas. Se liga em alguns:

  • Sítio do Pica-Pau Amarelo (2001)
  • Estação Globo (2005-09)
  • Cheias de Charme (2012)
  • Vai que Cola (2013)
  • Teleton (2013)
  • Superbonita (2015-16)
  • The Voice Brasil (2016-19)
  • The Masked Singer Brasil (2022-presente)
  • Pipoca da Ivete (2022-presente)

Será que a Pipoca da Ivete estourou ou murchou?

"Pipoca da Ivete" estourou ou murchou? (Foto: Divulgação/TV Globo)

“Pipoca da Ivete” estourou ou murchou? (Foto: Divulgação/TV Globo)

Pois bem, um assunto delicado toma conta deste tópico sincero da nossa matéria. “Pipoca da Ivete”, estreado em 2022 e em nova temporada atualmente, mesmo com boas promoções nos comerciais da Globo, vem enfrentando alguns problemas na grade da emissora carioca, conhecida por liderar a audiência frente às concorrentes Record TV e SBT.

Acontece que, o programa que entra depois do Temperatura Máxima na Globo, vem perdendo sucessivamente o topo da audiência para o programa de Celso Portiolli no SBT. E os portais e perfis especializados em TV estão por dentro disso.

Mas afinal de contas, o que tem feito o novo programa de Ivete Sangalo ir tão mal nos índices e não conseguir cativar o público? O que está tão errado que vai contra os sucessos que a artista conquistou na televisão ao longo das últimas décadas?

O especialista em música, TV, entretenimento e cinema, Hedmilton Rodrigues, deu sua opinião em um vídeo interessantíssimo abordando o assunto e destacando pontos que podem estar atrapalhando o desempenho do “Pipoca”.

O que há de errado com o novo programa de Ivete Sangalo?

O que há de errado com o programa de Ivete Sangalo? (Foto: Divulgação/TV Globo)

O que há de errado com o programa de Ivete Sangalo? (Foto: Divulgação/TV Globo)

Começaremos ressaltando que isto reflete à opinião dos nossos editores. Caso você não saiba, o quadro “Meu Namorado é Melhor que o Seu” é uma importação, ou seja, nova versão de alguns programas estrangeiros – assim como “The Masked Singer” e o próprio “The Voice”, ambos de grande sucesso na TV Globo.

Mas por que dessa vez não está rolando?

Para Hedmilton, Ivete Sangalo não está encaixada em um programa que condiz com sua vibe. Isso porque, quem a acompanha, sabe muito bem que tanto nos shows quanto nos programas de auditório, o grande forte da cantora é o improviso. É aí que a Veveta se destaca e sabe muito bem contornar o público.

Outro ponto interessante é a afinidade de Ivete Sangalo com programas musicais. Como foi no “The Voice” e “The Masked Singer”, estes tipos de atração mesclam as duas grandes especialidades da artista e parece, ainda, transmitir mais paixão para o público.

Os programas sazonais (por temporada) também aparentam ser um problema na TV Globo. Isso porque, como vem e vão na programação da emissora todos os anos, acabam não fidelizando o público brasileiro da forma com que gostaria.

Isso porque, quando o público começa a pegar o gosto do programa, ele é substituído por outro. E é válido dizer que a audiência brasileira é composta por hábito, ou seja, quanto mais você assiste um programa, mais você cria o hábito de acompanhá-lo diariamente ou semanalmente.

“Pipoca da Ivete” tinha tudo para ser o grande programa de auditório da Globo desde o “TV Xuxa”

"Pipoca da Ivete" era promissor (Foto: Divulgação/TV Globo)

“Pipoca da Ivete” era promissor (Foto: Divulgação/T

Lembram dele? Apresentado por Xuxa Meneghel, o TV Xuxa fez história na televisão brasileira na década de 2000 e é, até hoje, considerado o último grande programa de auditório da TV Globo para muitas pessoas.

Na época, o programa deixava a audiência da Globo em alta, pronta para receber o Domingão do Faustão, o que consagrou a clássica guerra de audiência dos domingos contra o Gugu Liberato no Domingo Legal.

O formato poderia ser facilmente replicado no “Pipoca da Ivete” para deixá-lo mais atraente e fora dos moldes internacionais. Dessa forma, a Globo deveria voltar com o formato musical, trazendo sempre atrações novas, uma playlist com as músicas mais tocadas e, sobretudo, deixar a Ivete aproveitar no improviso aquilo que sabe fazer de melhor.

Ivete Sangalo é uma artista completa e precisa de um programa que seja sua cara. A artista canta, dança e apresenta, e está sendo um talento praticamente desperdiçado pela Globo.

Por que não a colocar em um programa fixo como o de Marcos Mion ou de Luciano Huck? E por que não dar essa possibilidade da cantora de “Poeira” brilhar ainda mais na TV brasileira?

O improviso é uma grande dádiva de Ivete Sangalo e ela já nos provou isso diversas vezes, com maestria no Teleton ao lado de Silvio Santos em 2013. Então, não o explorar pode ser um erro crucial.

Com colaboração de Hernane Freitas

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *